terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

.

Você nunca teria me amado no futuro, é meu dever desde a infância precaver as pessoas de um futuro em que elas irão partir...

domingo, 8 de fevereiro de 2015





                                        A solidão cai como uma luva, os amantes se vão
                                        deixando paz em meu coração, não tenho nada a
                                        lhes oferecer além do corpo, minha alma é inóspita,
                                        incendeia e dá asas a ilusão.
                                        Domino a arte de possuir corpos, fazer cafés e
                                        degustar da dor, algumas noites são mais vazias
                                        que outras, quem dera não fosse esta.
                                        Dormir sozinha é um conforto triste
                                        Amanhã é mais um dia, obrigo-me a sorrir, diluo alegria
                                        em pó antes de sair para vida e finjo que nada me acontece,
                                        assim como todos os outros, estão apenas solitários e aflitos.

                                        Não há espaço para o amor na geração y...