segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Amores proibidos


Casos proibidos, esses rendem belas histórias, pecado, desejo, luxúria, paixão , um pouco de dor e contestação.Sempre perguntei-me qual a razão de me envolver em tantos amores proibidos, já que quase sempre eles tem finais infelizes, ou até trágicos, porém, não é questão de escolha ou tentação, isso é seu coração.
    Não sou vítima, nem vilã, sou como qualquer outro ser humano, escrava de seus sentimentos,intensa e sem limites. Instintos carnais nos atormentam, nos enlouquecem, nos levam para o céu e para o inferno ao mesmo tempo.
   Homens e mulheres que chegam ao êxtase de sua essência corporal, espiritual, que rendem-se aos seus parceiros, seus prazeres, seus amantes, seus amados.Quando anoitece, eles ficam insones, delirantes, pensantes.Pequenas mentiras, pequenas fugas, olhares selvagens, beijos intensos, noites ardentes, dias inquietos,telefonemas silenciosos, conversas as espreitas dos olhares alheios, portas fechadas, roupas ao chão, corpos colados, vozes sussurrantes.
  É claro que isso não pode durar muito, o coração não aguentaria, o corpo não aguentaria, as pessoas não aguentariam, um tempo limite, e um final incerto, assim são os amores proibidos.



Um comentário: