quarta-feira, 6 de julho de 2011

Faça algo

 Sem lágrimas, sem sussurros, estou indiferente.Não tenho nada a dizer ou escrever, estou no pico de um coração vazio, passo horas em silêncio, mergulhada em uma escuridão sem fim.Cinzenta como os dias de inverno, não me importo com as coisas que estão dentro de mim.
Nem ódio, nem amor, sexo ou sangue, nada me satisfaz.O relógio aponta sempre a mesma hora, existe um buraco negro na minha alma, suga tudo o que sou, completamente oca.Eu escolhi você para me salvar dessa vida, quebre-me, pise, cuspa, corte-me, esmague-me, mas me faça sentir algo, me abraçe até que eu não consiga respirar, beije-me até eu derreter, eu farei tudo o que você quiser se me fazer viver de verdade outra vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário