domingo, 10 de julho de 2011

Chega

A realidade está vomitando em mim, essa verdade é tão dolorosa, você nunca vai me amar, não importa o que eu faça, seu coração não é meu, quando deita não é em mim que pensa, não sou eu que pernoito seus sonhos.Quando olho dentro dos seus olhos sinto vontade de chorar, pois eles estão magoados, contorcidos de saudade dela.Quando me toca, procura ela, sua decepção é visível, quando me abraça eu sinto sua dor, ao te beijar suas lembranças me atormentam, posso ver os fantasmas que te assombram, eles nos envolvem em um sopro de ódio, eu tentei, juro que tentei, mas já chega, eu tenho de deixar você, para o meu próprio bem.Adeus, sinto muito em não poder ficar mais, quem sabe um dia quando você deixar  de ama-lá, eu volte, pois nesse momento eu estou apodrecendo, dei tudo o que restava de bom em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário