segunda-feira, 27 de junho de 2011

Faminta

  Essa sou eu, uma garota faminta por vida, implorando por sentimentos inúteis,beijando bocas imundas para tentar tapar o vazio que existe na minha alma,não me importo em ser seu objeto,só desejo preencher seu tempo, seja com dor, amor, ou ódio, sou uma imitação barata de ser humano, sou a boneca do século XXI.
   Não lembro nomes, nem endereços, sou perfeita para uso descartável, pois sou um presente maldito, daqueles que colocam veneno na sua comida, apedrejam sua cabeça, ou tentam comer seu cerébro.Mas sei que você é leviano,e se não for ainda vai ser,uma hora vai ter de aprender,vou enfiar mentiras na sua garganta,sugar sua hipocrisia e cuspir ela na sua cara.
   Vou abrir seus olhos, pois o conto de fadas que você acredita hoje, amanhã vai desmoronar na sua cabeça,não existem finais felizes,valores,amores, vou te ensinar que somos apenas mercadorias, queremos comer uns aos outros, carnal, mental, sentimental, não passamos de canibais.
    Nós vivemos em função disso, essa sociedade civilizada, e humanizada só existe nos livros, nos sonhos, esse é o mundo real, pare de sonhar acordado, e venha me comer, e me deixe comer você, pois somos todos famintos por vida, mortos, vazios, insaciáveis.

domingo, 12 de junho de 2011

Por dentro

Você nem de longe parece a garota que eu conheci, o que fizeram com você?Me diga, suas palavras doces tornaram-se afiadas e sujas, sua expressão delicada ficou embrutecida.Seus livros foram trocados por músicas berrantes, drogas alucinantes.
 A voz tem um tom cruel, os olhos estão agressivos, não lembram em nada a calma e o conforto do olhar e do sorriso que viviam pernoitando meus sonhos.Agora você fede a cigarro, só quer dinheiro e putaria, passa noites bebendo e transando por aí, com homens e mulheres que nem conhece.
Eu tento acreditar que a garota que fazia juras de amor comigo não se tornou uma vadia melancólica.Pois, sim, você exala tristeza, posso ver que seus sonhos foram abandonados, e que só existe um corpo, infelizmente, por dentro, você está morta

Estou viva

  Eu vim aqui hoje para lhe mostrar que não estou morta.Há muito eu havia perdido a esperança, me escondia em algum canto sangrando, remoendo minhas lembranças, hesitando continuar, tentando poupar-me da dor. Da dor que eu própria causara.Fechei os olhos, tapei os ouvidos, transformando-me em um ser triste e mórbido.
  Só existia uma vasta escuridão, um silêncio gritante, minha pele foi ficando fria,espinhos foram crescendo a minha volta, estava inalcançável, porém continuava sentindo, meu peito se contorcia, eu não deixara de amar, de odiar.Mas fiquei ali por anos,esperando que meus sentimentos se apagassem, criei raízes, envelheci, entanto eu ainda  sentia as lágrimas queimando minha face, incendiando minha alma. 
 Eu tentara morrer, mas continuara viva, o sangue corria dentro da  minhas veias,respirava, o coração pulsava, aquele pequeno músculo  batia com a mesma intensidade.Naquele momento resolvi abrir os olhos, e vi que tudo estava diferente, pois a vida não para, ela continua, percebi o quanto eu fora ingrata comigo mesma.
  Levantei, e caminhei até aqui para dizer que a vida é a única certeza que temos para existir. 

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Matar você

 Eu sei que você tem medo de mim, medo que eu vomite toda minha culpa em você, não está errado, ao segurar minha mão irei escarrar dor na sua cara, pois eu sou um pesadelo, depois de um beijo seus lábios ficaram amargos, depois de uma noite terá pesadelos, eu vou matar você aos poucos.
 A cada dia vou arrancar um pedaço, da sua alegria, da sua esperança, do seu amor, vou penetrar nos confins da sua carne, rasgar seu coração, flagelar seu corpo, leva-lo para um abismo profundo.
 Arraste-me para o inferno, é isso o que você diz quando me deseja,cuidado com o que deseja,  porque quando se perder dentro de mim será tarde demais, meus sentimentos irão asfixia-lo, despedaçá-lo, e então logo irei vomitar essa dor em outro alguém, o ciclo recomeça, as lembranças desgraçadas se acumulam, isso é tão humano e trágico , que chega a ser lindo.
 

terça-feira, 7 de junho de 2011

Torre

Você é uma chuva de sangue, molha as pessoas com sua dor , essa sua cara de arrependida é de dar pena,passar o tempo se culpando por um passado que já morreu é clichê demais.
Você não é uma garota, você é uma aberração, nasceu para estraçalhar corações, inclusive o seu.Lágrimas  sobre o cadáver não vão ressucitá-lo, um beijo apaixonado não apaga os gemidos de noites anteriores.
Suas palavras sujas estão prontas para mentir, as mãos para ferir, seja sincera comigo, você gosta de jogar com as pessoas, manipuladora,fingida,deixe-me beijar esse rostinho lindo, implora para que eu  te leve embora, mas para onde querida?
Você leva o inferno para dentro das pessoas, querendo ou não, as luzes se apagam, seus olhos se abrem atormentados, viver isolada nessa torre não vai te poupar dessa dor maldita.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Passado

 O passado cospe sofrimento em mim, por mas que eu esconda essas feridas, elas não param de sangrar, minha vida foi destruída, tento seguir um novo caminho, mas os fantasmas dos meus pecados continuam me pertubando, já se passaram anos, porém em meus sonhos ainda imploro por perdão.
 Mentiras foram ditas, corações foram quebrados, os erros não se desfazem, larguei tudo sem poder olhar para trás,as lembranças machucam.O que restou dessa história, foi um coração contaminado pelo remorso, perfurado pelo ódio, uma alma suja e doente, que congelou no tempo, no tempo em que ainda era feliz.Por isso lhe digo, faça o bem, pois passado nunca se apaga.