sexta-feira, 27 de maio de 2011

Ela ainda é uma garota


Ela ainda é uma garota , mas fode como uma prostituta, a batida do rock'n'roll se mistura aos seus gemidos, bebidas espalhada pela casa, não gosta dos pais, largou os amigos, não suporta a sociedade doente em que vive, antes de amanhecer pega suas roupas e vai embora, acende seu cigarro e sai andando pelas ruelas sombrias da cidade, cheiro de sexo impregnado em sua pele, garota suja,passado manchado, esse é seu destino, o destino de uma vadia.
  No fundo ela sabe, que vive escondendo seu peito rasgado, e engole a seco seus sentimentos, machuca todos, consegue tudo que quer, quebra corações, destrói relações, cheira cocaína, é só uma consequência da sua natureza, viver nesse lamaçal suburbano.

2 comentários:

  1. O sexo às vezes é uma arma... quantos corações maltratados, precisando de um abraço de ternura e amor...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir