quinta-feira, 21 de abril de 2011














- O que você quer de mim?
- Sua presença.Ela já me encantara.
Caminhamos em silêncio até meu apartamento, entramos encharcadas.
Abriu sua mochila, tirando uma caixa cheia de folhas escritas.
- O que é isso? Indaguei.
-Minha vida!
-Como?
- É nessas folhas que relatei boa parte dos meus dias.
- Um diário?
-Relatos, histórias isoladas, quero que você fique com isso.
Falou olhando em meus olhos, aproximou-se e me deu um selinho suave.Fiquei hipnotizado por alguns segundos, ela levantou-se indo até meu telefone:
-Posso ligar?
-Claro.
-Obrigada.
Ela ligou para polícia vir busca-la ,se entregou, em poucos minutos o apartamento estava infestado de policiais.Muitos mistérios rondavam esse assassinato, não iria abandona-la, mas algo mudou tudo:
-Leia meus relatos, faça um livro, leve caneta e papel para mim.
-Ok.Foi só o que soube responder.
Pela janela vi eles levarem a bela rapariga dos olhos verdes, nesta mesma noite comecei a devorar todas aquelas folhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário