domingo, 3 de abril de 2011

Manuel Bandeira

 Tristeza dos que perderam o gosto de viver.

A beleza é um conceito
E a beleza é triste
Não é triste em si
Mas pelo que há nela de fragilidade e de incerteza.

A meiga e triste rapariga.

O que eu adoro em ti - é a vida

A minha vida foge, foge-
e sinto que foge inutilmente.

Sombra de todos os que passaram
Os que ainda vivem e os que já morreram

( trechos Antologia Poética)

2 comentários: